Diretórios na HP50g

Neste post veremos como utilizar diretórios (ou pastas) na calculadora HP50g.

Imagine a seguinte situação, você está estudando várias matérias e cada uma delas possui uma porção considerável de constantes e variáveis úteis. Imagine quantas variáveis você terá que se lembrar que existem, pois encontrá-las na lista de variáveis [VAR] seria demorado e tedioso.

Então a situação piora, agora as variáveis de cada uma das matérias começam a conflitar, vários k, t, T… Então começa a maluquice k1, k2, T1, Tn…

Para isso que servem os diretórios. Eles permitem organizar as variáveis em conjuntos. Evitam conflitos de nome das variáveis e facilitam que elas sejam encontradas.

Veja a lista de posts do Curso Calculadora HP50g em sequência.

Diretório HOME

O primeiro diretório você deve conhecer é o HOME, também chamado de início ou raiz.

Este diretório contém todos os outros diretórios e variáveis que forem criados.

Você pode estar se perguntando: como faço para saber se estou no diretório HOME? A resposta é simples. Basta olhar no topo da tela, na segunda linha e verá o diretório atual “{HOME}”.

Criando um diretório

Vamos criar nosso primeiro diretório, chamado TESTE.

Mas primeiro abrimos o explorador de arquivos.

[←┐][FILES,APPS]

Nessa tela é mostrado na tela as opções de memória disponível na calculadora, como flash, cartão de memória, etc. Basta selecionar qual memória deseja explorar.

Utilizando as setas selecione o diretório HOME e clique na seta para direita [→] para mostrar o diretório. Nesse ponto você verá a lista de variáveis criadas.

Para criar um diretório utilizamos o botão [NXT] para encontrar e acessar a opção [NEW].

Esta é a tela de novas variáveis, que também permite criar diretórios habilitando a opção correspondente.

Selecionando o campo “Name” e utilizando a opção [EDIT] você pode digitar o nome que deseja para o diretório. No nosso exemplo, utilizamos “TESTE”. Pressionamos [OK] para criar o diretório.

Agora foi criado o diretório TESTE dentro do diretório raiz HOME. Acesse novamente o explorador de arquivos para ver a árvore de diretórios.

Agora, utilizando o gerenciador de arquivos, crie algumas variáveis dentro do diretório TESTE.

Alterando o diretório atual

Use o botão [CANCEL,ON] para voltar a tela inicial e verifique que ainda estamos no diretório “{HOME}”. Ou seja, ainda não podemos acessar as variáveis dentro do diretório TESTE. Você pode verificar isso pela lista de variáveis [VAR].

As variáveis dentro de TESTE não estão disponíveis para acesso sendo HOME o diretório atual. Para que possamos acessar estas variáveis temos que mudar o diretório atual para teste.

Para isso basta selecionar o diretório [TESTE] na lista de variáveis. Veja que na tela inicial agora é mostrado “{HOME TESTE}” como diretório atual. Agora as variáveis e diretórios dentro dele estão disponíveis para acesso.

Voltando níveis nos diretórios

De nada serve uma estrutura de diretórios se só podemos entrar neles, sem poder sair.

Para esta situação, quando queremos voltar para HOME e ir para outro diretório utilizamos o comando [UPDIR,VAR].

Compartilhe e deixe sua sugestão!

Gostou do post? Foi útil? Clique abaixo e compartilhe com seus amigos!

Veja a lista de posts do Curso Calculadora HP50g.

Autor: Djones Boni

Engenheiro Eletricista.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: